cnh digital

CNH Digital: O que você precisa saber

A CNH eletrônica – CNH-e – é uma versão digital do documento em papel. Para usá-la, o condutor precisa ter uma versão recente da habilitação com um QR Code, que só começou a aparecer nos documentos emitidos a partir de maio de 2017. Esse código é usado no cadastro do documento dentro de um aplicativo para smartphones.

Caso você não tenha a nova carteira, é possível solicitá-la diretamente no DETRAN ou esperar até a data de vencimento e nova emissão.

+ Leia também: Cuidados com o carro no verão

O aplicativo foi desenvolvido pelo Ministério das Cidades, pelo Departamento Nacional de Trânsito (Denatran) e pelo Serviço Federal de Processamento de Dados (Serpro). Está disponível gratuitamente para Android e iOS.

A Carteira Nacional de Habilitação Eletrônica estava prevista para começar a valer no país inteiro a partir de quinta-feira, 1, mas ela vai atrasar. O Denatran e o Ministério das Cidades anunciaram que a emissão do documento digital só vai ser obrigatória em todo o território nacional a partir do dia 1º de julho. Pelo menos, é o que temos de informação até agora.

Para o cadastro no Carteira Digital de Trânsito, confira a seguir:

  • Faça o download do aplicativo na loja do sistema de seu dispositivo – Android e iOS.
  • Faça o cadastro solicitado.
  • Verifique o e-mail. É preciso entrar no link enviado para ativar o cadastro.
  • Faça o login no app. Toque em “Adicionar documento”.
  • A CNH Digital pode ser emitida de três formas: “pelo celular”, “com certificado digital” e “sem certificado”. Nas duas últimas é necessário ir ao DETRAN.
  • Toque em “pelo celular”. Use a câmera do dispositivo para ler o QR Code da CNH impressa.
  • Faça a validação biométrica – “prova de vida”. Consiste em mostrar o seu rosto para a câmera, assegurando o app de que é você que está solicitando
  • Informe o seu número de celular.
  • Crie uma senha de quatro dígitos para usar sempre que o documento for utilizado.

Prontinho! Sua carteira digital de motorista está disponível e pode ser acessada sempre que quiser, até no modo off-line.

Texto: Vesti Marketing Digital


 

palhetas: a hora certa de trocar

Saiba a hora de trocar as palhetas

Chegou a estação do ano em que os limpadores de para-brisa são mais testados. A frequência das chuvas promete aumentar, o que exige ainda mais o seu uso, e o tempo mais quente costuma ressecar as borrachas.

A troca da peça, que deve ser feita pelo menos uma vez por ano, tem de ser antecipada nesses casos.

A maior incidência de raios UV pode afetar a composição da borracha e diminuir sua durabilidade”, afirma o chefe de trade marketing da divisão de automotivos da Robert Bosch, Horácio Meza.

‘SINTOMAS’

As palhetas e limpadores dão sinais de que precisam ser trocadas.

“Os principais são o vidro cheio de riscos e o excesso de barulho, que significa o desgaste da peça”, explica o consultor técnico da rede Oficina Brasil, Antônio Cesar Costa.Porém, para o diretor do Sindirepa, o sindicato das reparadoras, Antônio Gaspar de Oliveira, esses sinais são percebidos sempre na última hora.

O motorista só aciona os limpadores quando é necessário, ou seja, durante uma chuva forte. Aí o risco que se corre é sério.”

CUIDADOS

Outro cuidado é na hora de limpar a peça. “Quando for lavar o carro, a limpeza das lâminas de borracha deve ser feita somente com pano umedecido em água, nunca com querosene ou outros produtos químicos”, aconselha Meza.

Antes de realizar a substituição da peça, os especialistas consultados recomendam uma “mini revisão” que inclui verificações mecânicas, como a condição do motor e o braço do limpador e se o esguichador está desobstruído e corretamente posicionado.

Uma valiosa dica:

Oliveira ressalta que realizar uma checagem semanal da peça pode evitar grandes dores de cabeça.

Na garagem, acione o esguicho e os limpadores. E ao notar qualquer anormalidade como ruídos e falhas na limpeza, providencie a troca”, diz o especialista.

Fonte: Jornal do Carro
Organização do Texto: Vesti Marketing Digital

carro para motorista esportista

Entenda como a Volkswagen escolhe nomes dos carros

O universo dos carros está presente no imaginário popular há muito tempo. A popularização dos automóveis fez com que eles passassem a fazer parte do nosso cotidiano. Do mesmo modo, nomes de carros – ou seja, como os modelos são batizados – entraram para o nosso vocabulário, muitas vezes na forma de um sonho de consumo a ser realizado.

A verdade é que, sejam eles clássicos ou novos, em algum momento esses nomes passam a se tornar absolutamente comuns no nosso dia a dia. Mas será que as pessoas já se perguntaram o que eles significam e de ondem vêm?

No caso da Volkswagen, para cada modelo há um sentido, um motivo para ele receber o nome que recebeu. Por traz de cada nome há uma ideia que se alinha às características do carro, que ressalta suas qualidades ou características.

O nome da montadora, Volkswagen, significa carro do povo. No Brasil, levando esse mote de proximidade com o povo, alguns de carros produzidos no país carregaram nomes bem brasileiros, como Parati e Brasília.

Brasília foi adotado em homenagem à Capital Federal, que era símbolo de modernidade e beleza, coerente com o modelo na época. Já Parati, foi o aproveitamento de uma palavra tipicamente brasileira que identifica uma cidade histórica do país, localizada no Estado do Rio de Janeiro, termo adequado a um veículo do tipo perua para passeios e/ou turismo.

Já o nome Fusca tem uma história curiosa. O “V” em alemão tem som de “F”, o que criava a sonorização do nome Volks em Folks. O povo brasileiro, pela simpatia que tinha pelo Volkswagen, carinhosamente rebatizou o veículo para Volks e posteriormente para Fusca, que foi adotado oficialmente pela Volkswagen, a partir de 1983.

Quer saber mais sobre o significado dos nomes dos carros da Volkswagen? Então veja a seguir.

O significado dos nomes de carros da Volkswagen

O modo como um carro é batizado deve refletir sua personalidade e deve trazer alguns valores associados a ele. Aqui estão alguns modelos da Volkswagen e o que seus nomes representam.

Gol – começando com um grande clássico, o carro mais vendido no Brasil há mais de duas décadas. Afinal, a identificação foi imediata. Leva o nome do momento máximo do esporte mais popular do país. Mas também significa objetivo, meta, realização, vitória. A origem vem do inglês goal, que significa objetivo, meta.

nomes de carros

Fox – esse nome significa raposa, em inglês. A escolha do animal como referência reflete suas características, como a velocidade e a beleza de seus movimentos ágeis e precisos.

nomes de carros

Golf – outro clássico da linha Volks. Seu nome traz a esportividade do Golfe, mas com a elegância e sofisticação de um esporte refinado.

nomes de carros

Polo – Da mesma forma que o modelo Golf, Polo é um nome alusivo ao esporte e remete ao requinte desse esporte, voltado para pessoas nobres.

nomes de carros

Passat – esse é o nome de um tipo de vento que cruza a Europa, no sentido de leste para oeste. O resultado é a ideia de velocidade, mas também de fluidez, reforçada pelas linhas suaves de seu desenho aerodinâmico.

nomes de carros

Voyage – vem do francês e significa viagem. Ao soar com esta sonoridade e sentido, o nome nos remete não apenas ao prazer de viajar, mas também ao futuro, ao moderno e à conquista de novos horizontes.

nomes de carros

Golf Variant – há neste nome a junção do novo com o clássico, do esportivo com o espaçoso. Ele condensa a antiga Variant do passado, com seu amplo espaço interno, à esportividade do Golf e suas linhas dinâmicas.

nomes de carros

Saveiro – o nome se refere a um tipo de embarcação que serve tanto para pesca e lazer quanto para transporte de passageiros. É o que o modelo representa, pois suporta tanto um passeio esportivo quanto o trabalho no transporte de carga.

nomes de carros

Amarok – na mitologia do povo Inuit, da nação indígena dos esquimós, Amarok é um lobo gigante da região do ártico. É essa robustez e força o que define esta picape da Volkswagen.

nomes de carros

up! – a escolha desse nome vem da ideia de buscar termoscurtos e fáceis de memorizar. A palavra “Up” em inglês quer dizer “para cima” e reflete o visual moderno e divertido do carro, com toda a segurança e robustez que só a Volkswagen pode oferecer.

nomes de carros

Touareg – povo nômade do deserto cujas características são de resistência e versatilidade”, assim como o veículo da Volkswagen.

nomes de carros

Virtus – o nome vem do latim e significa virtude, característica que não falta ao sedã da Volkswagen.

nomes de carros

Tiguan – para compor o nome desse veículo, a Volkswagen uniu os nomes de dois animais. A primeira sílaba vem de tigre, que significa força, e a segunda da resistência do réptil iguana.

nomes de carros

Muitas coisas podem definir a escolha dos nomes de carros da Volkswagen. Mas algo que não muda é a qualidade, o design e a tecnologia que faz dela uma das melhores marcas de carro do planeta.

Gostou de conhecer a origem dos nomes dos principais carros da Volkswagen? Compartilhe com os amigos em suas redes sociais para que eles também conheçam um pouco sobre a história desses veículos!

carro para pessoas altas

Carros para pessoas altas: como escolher certo?

De todos os objetos feitos para alturas padronizadas, talvez os carros sejam os mais problemáticos para pessoas altas.
A abordagem tem um impacto na ergonomia, levando a problemas para a saúde de quem é mais alto ou está fora do “padrão” estabelecido pela montadora para a criação do modelo.

Existem algumas modificações que podem ser feitas para melhorar o ajuste de um carro, mas o primeiro passo é escolher um carro com o maior espaço possível.

Como escolher um carro para pessoas altas?

Com tantos carros no mercado, encontrar um com o melhor ajuste para sua altura pode ser difícil. A medida mais citada quando se fala de adequação de um carro para uma pessoa alta é o espaço livre.

conforto para pessoas altas

Esse espaço é a distância vertical do ponto mais baixo do assento a um ponto diretamente acima dele no teto do veículo. Porém, há problemas na hora de usar essa medição para encontrar o espaço ideal no carro:

  • Primeiro, os carros que permitem que o assento seja ajustado para baixo até o chão da cabine tem um espaço livre enganosamente maior; esta posição deixa o motorista alto com espaço insuficiente para as pernas.
  • Em segundo lugar, dificulta para o motorista visualizar a parte superior da cabine, já que a linha de teto corta a visibilidade.

Carros para pessoas altas: como escolher o certo?

A altura da Linha de Visão é o que as pessoas altas devem medir em um carro para encontrar o modelo ideal.

Essa altura é a medida vertical entre o espaço para pés no assoalho do veículo e onde o pára-brisa encontra o teto. A altura da linha de visão é medida dentro do carro com o tapete removido, que muitas vezes pode ser muito espesso.
A maioria dos carros pode ser medido com apenas uma fita métrica.

Tome cuidado com veículos “maiores”, pois mesmo eles parecendo ter mais espaço, pode ser que a distância entre os pés e o teto não seja tão grande assim.

Espaço para as pernas nos carros

Quem é mais alto pode ter dificuldade em encontrar espaço para as pernas, o que é um problema maior do que o espaço de visão vertical. Essas pessoas podem preferir usar espaço para as pernas como a medida principal ao procurar um carro.

No entanto, escolher um carro com uma linha de visão grande ainda é importante, pois significa que o assento pode estar em uma posição mais alta, o que coincide com mais espaço para as pernas.

Além disso, é possível modificar carros para obter mais espaço para as pernas de pessoas altas, mas não é possível modificar a altura da cabine.

Fonte: Carro de Garagem
Organização do Texto: Vesti Marketing Digital

 

Cuidados com seu carro no verão

Cuidados com seu carro no verão

No verão, o excesso de calor pode danificar alguns componentes do carro. Isso não deve ser novidade, certo?

Para te ajudar a evitar problemas, o Easy Carros – aplicativo que conecta donos de carros a serviços automotivos – elaborou uma lista de dicas úteis que vão ajudar a evitar qualquer tipo de problema com o veículo por causa do excesso de calor.

Estofamento

O estofamento é a parte que apresenta mais rapidamente os efeitos da exposição ao sol, como descoloração e manchas, por exemplo.

+ Leia também: Cinco hábitos que conservam o carro e você provavelmente não sabia

Ao deixar o veículo muitas horas estacionado no sol, proteja os bancos com capas. Para as áreas plásticas, a dica é usar uma proteção sanfonada no painel.

Também existem produtos no mercado para proteger os bancos, à base de silicone. Sem isso, existe o risco do revestimento de couro ressecar e rasgar com bastante facilidade.

Borrachas de guarnição

Altas temperaturas e sol forte também podem ressecar as borrachas de guarnição, causando rachaduras que comprometem não só esteticamente o veículo, mas também podem afetar o padrão da vedação dos vidros.
Para esse problema não tem outro jeito: a saída é encontrar uma vaga na sombra para estacionar.

Cuidado com a maresia

A maresia e a areia também são grandes vilãs.
Quem costuma ir à praia precisa lavar o carro com mais frequência.

Tenha atenção especial com as palhetas do limpador de para-brisa.
Se estiverem corroídas, podem prejudicar a visibilidade em dias de chuva. Aditivos especiais para o fluido dos lavadores aumentam a vida útil das palhetas.

As “águas” do carro

Checar os líquidos do veículo é importante o ano todo, mas no verão a atenção deve ser redobrada. Observar o nível de água e aditivo do radiador é a regra número um.

Fique de olho também nos níveis do fluido do freio, da direção hidráulica, do sistema de arrefecimento do motor, dos lavadores do para-brisa e do vidro traseiro, do óleo do motor e do câmbio.

+ Leia também: Conheça as vantagens do computador de bordo com I-System

Tanto para a rodagem na cidade quanto na estrada, é aconselhável ter o sistema de resfriamento em dia, para evitar superaquecimento – um problema muito recorrente em dias mais quentes.
Vazamentos ou acúmulo de sujeira também podem sobrecarregar o sistema.

Ar condicionado

Refrescar o veículo é ótimo, mas é preciso saber o melhor momento de usar o ar-condicionado. Para curtas distâncias na cidade, não vale a pena. Na estrada, porém, deixar a janela aberta gasta mais combustível, pela pressão aerodinâmica do vento.

Se o carro ficou sob o sol forte, o ideal é andar ao menos três minutos com a janela aberta antes de ligar o equipamento. Assim, o ar mais frio toma o lugar do quente.
Não esqueça de revisar a limpeza do sistema, em especial se o ar ficou desligado por muito tempo.

Pneus

O atrito da borracha contra o solo é mais intenso em dias quentes. Por essa razão, deve-se observar o desgaste dos pneus e manter a calibragem recomendada. Sempre calibre os pneus quando eles estiverem frios.

+ Leia também: Sistema de conectividade e espelhamento Volkswagen

O calor aumenta a pressão e dificulta o processo, já que quando o pneu esfriar a pressão vai abaixar mais do que deveria, o que acaba aumentando não apenas o desgaste, mas também o consumo e prejudicando a estabilidade do carro em qualquer situação, algo perigoso.

Lataria e pintura

Manter a carroceria encerada ajuda a proteger contra a ação dos raios ultravioleta
Sempre que possível, estacione o veículo em local coberto. Se não encontrar, busque a sombra de uma árvore.

Mas não esqueça:
– solicite uma lavagem ecológica para limpar os resíduos que caírem sobre o teto do carro;
– mantenha a carroceria sempre encerada para que a camada protetora não danifique a pintura, causando manchas e áreas desbotadas.

Fonte: IGCarros
Organização do Texto: Vesti Marketing Digital

Novo Jetta: conheça toda tecnologia da versão 2019 do sedan

Já em sua sétima geração, o Novo Jetta versão 2019 surge como um modelo revolucionário. Um automóvel construído com a mais alta tecnologia, baseado na estratégia MQB, que traz as melhores inovações em conforto, segurança e dirigibilidade.

Para exemplificar a evolução do carro da Volkswagen, apresentaremos, neste artigo, os principais benefícios que o novo Jetta traz para os motoristas. Continue lendo e confira!

Design mais elegante

O novo Jetta já demonstra toda a sua imponência no design. Com um estilo de sedã esportivo, o veículo se destaca por sua superfície bem definida e linhas dinâmicas, além de detalhes como capas dos revisores e grade dianteira em preto brilhante.

Para os proprietários que sempre desejaram um sedã com aparência esportiva , mas ainda elegante, a versão 2019 do Novo Jetta é a escolha certa.

Painel com imagens em 2D e 3D

Se você gosta de informações bem apresentáveis e de fácil leitura no painel do carro vai se impressionar com o Active Info Display do Novo Jetta. A tecnologia adotada nessa função possibilita que sejam mostradas imagens em 2D e 3D, com gráficos de extrema qualidade e alto realismo.

A interatividade aqui também é um fator a se comentar: quando o motorista aciona o modo navegação, o conta-giros e o velocímetro são deslocados para o lado da tela. Para quem gosta de pegar estrada ou de passeios noturnos, a tecnologia é excelente, pois o condutor consegue obter informações corretas e nítidas a todo instante.

Maior conectividade

O Discover Media é a tecnologia do Novo Jetta quando se fala em conectividade. Com ele, é possível conectar os smartphones e controlá-los diretamente do display do veículo – em uma tela de 8 polegadas sensível ao touchscreen.

Com isso, o motorista tem uma comunicação completa ao seu alcance durante toda viagem. O Discover Media também oferece várias opções de entretenimento, sendo perfeito também para proprietários com filhos.

Soluções inteligentes Novo Jetta

O Novo Jetta traz soluções inteligentes que facilitam a dirigibilidade do condutor e deixam o trajeto bem mais tranquilo. Confira alguns exemplos.

Seletor de modo de condução

Ar-condicionado moderado ou gelando mais? Economia de combustível ou motor mais potente? Essas e outras opções são possíveis quando você dirige utilizando um dos quatro modos de condução disponíveis no Novo Jetta:

  1. Sport.
  2. Normal.
  3. Individual.
  4. Eco.

Sensor de chuva e crepuscular

Sabe quando você está na estrada e de repente começa a cair uma chuva forte e você não tem nem tempo de acionar o limpador de para-brisa? É uma situação desconfortante e, por vezes, perigosa.

Mas com o sensor de chuva e crepuscular do Novo Jetta isso deixa de existir. A tecnologia instalada no veículo faz com que, ao primeiro sinal de chuva, o limpador seja acionado automaticamente.

O sensor crepuscular age da mesma forma: assim que há uma diminuição da luz ambiente, os faróis são acionados instantaneamente.

Mais segurança

A segurança dos ocupantes do Novo Jetta também foi reforçada com as novas tecnologias. O City Emergency Brake é um bom exemplo: por meio do sistema Front Assist, a distância do veículo para outros carros é monitorada e, quando é detectado algum risco de colisão, os freios do automóvel são acionados.

Já com o Controle Eletrônico de Estabilidade (ESC, em inglês), o motorista tem maior equilíbrio e segurança na direção. A tecnologia implantada na função faz com que o carro tenha mais estabilidade nas curvas ou em mudanças bruscas de direção.

Além disso, quando o ESC detecta uma alteração de trajetória, aciona automaticamente o freios e desacelera o motor do veículo.

Enfim, não há dúvidas que o Novo Jetta é um modelo transformador e apresenta um novo sentido para os conceitos de segurança e de conforto.  Seja para trabalhar, viajar ou lazer com a família, o Novo Jetta 2019 é o carro certo para você.

Passe agora mesmo na concessionária Volkswagen mais próxima e conheça o Novo Jetta de perto.

10 coisas que você tem que pensar antes de comprar uma picape

Quer comprar uma picape, mas não sabe qual modelo escolher? Não se preocupe, por se tratar de um veículo utilitário, muitas pessoas ficam com dúvida antes de tomar a decisão final.

Para ajudar-lhe na escolha, neste artigo, apresentaremos 10 fatores que você deve considerar antes de comprar uma picape. Continue lendo e saiba como optar pelo melhor. Boa leitura!

1. Força do motor

A força do motor é um fator essencial quando se trata de picapes. Afinal, isso faz muita diferença na rotina de trabalho: quanto menor a potência, maior a chance de o veículo deixar você “na mão”.

Nesse caso, não vale a pena arriscar. Uma ótima opção é contar com o motor mais potente da categoria, o V6 3.0 TDI com 225 cv e 56,1 kgfm de torque, da Amarok. Uma potência capaz de resolver qualquer tipo de problema, independentemente do seu segmento de atuação.

2. Tipo de capota

Ao comprar uma picape você precisa considerar a carga que será transportada no veículo. Isso é importante, pois ajudará na escolha do modelo da capota que cobrirá a caçamba. Em geral, existem dois tipos:

  1. Capota marítima.
  2. Capota de fibra.

Capota de fibra

A capota marítima é recomendada quando o objetivo não é transportar grandes mercadorias, pois ela reduz a capacidade da caçamba em razão da instalação lateral.

Capota de fibra

Se o intuito for proteger a carga da chuva e transportar grandes volumes, a capota de fibra é o equipamento indicado.

3. Tamanho da caçamba

Ao comprar uma picape, a análise do tamanho da caçamba não deve se limitar ao seu objetivo atual. Em outras palavras, você precisa considerar a situação dentro de uma projeção, avaliando possibilidades futuras.

Por exemplo, atualmente a sua necessidade é de uma caçamba de 500 kg, mas em um médio espaço de tempo esse tamanho pode não ser mais suficiente. Então, o recomendável é investir logo em uma caçamba de 1000 kg.

4. Dirigibilidade

Uma característica muito forte desse modelo de veículo é o centro de gravidade alto – algo não tão comum nos automóveis convencionais. Por isso, ao comprar uma picape, não tenha pressa, desenvolva uma boa dirigibilidade antes de pegar a alta estrada.

Para facilitar a sua vida, opte por modelos com os freios a disco nas quatro rodas, que oferecem maior segurança em situações mais extremas – a Saveiro é a referência da categoria nesse ponto.

5. Espaço na cabine

Hoje, o proprietário de uma picape não deve se preocupar apenas com a força do veículo, mas também com o conforto oferecido. Um dos requisitos que valem a pena analisar é o espaço interno da cabine.

O modelo da Volkswagem, por exemplo, possui cabine dupla com capacidade para 5 passageiros. Isso permite que você utilize o carro tanto para o trabalho pesado da semana, quanto para o lazer da família nos dias de folga.

6. Transmissão de marcha

Uma boa transmissão faz toda diferença em veículos de carga. Com um carro inteligente, o motorista se sente mais tranquilo e confortável durante uma viagem.

As picapes de ponta, como a Amarok, hoje já contam com transmissão de 8 velocidades, mais 3 opções de condução e tração 4×4. E, acredite, com a caçamba cheia e em estradas defeituosas, esses detalhes fazem muita diferença.

7. Manutenção

No Brasil, infelizmente, muitas pistas e estradas encontram-se constantemente esburacadas ou em má conservação. Por isso, ao comprar uma picape, é imperativo analisar o valor médio da manutenção.

É interessante avaliar o preço desde pequenos itens, como filtros, óleos, pastilhas e discos de freio, até peças importantes do automóvel.

8. Acessórios

Com o intenso trânsito e as ruas e avenidas apertadas das grandes cidades, uma picape precisa oferecer soluções tecnológicas e inteligentes para o motorista.

Por exemplo, a Saveiro conta com o Tilt-down, tecnologia que faz com que o retrovisor se ajuste para uma manobra de ré. Além disso, o motorista tem a sua disposição o Park pilot, sensores de estacionamento que mostram o controlador de distância no display do carro.

9. Opinião de proprietários e especialistas

Nada melhor do que entender mais sobre um carro do que pela ótica de quem o conhece na prática. Por isso, antes de comprar uma picape, faça uma pesquisa com proprietários do modelo desejado e busque informações também em sites e revistas especialistas do setor.

10. Revenda

Logicamente, você não adquire um veículo já pensando em se desfazer. Porém, um automóvel é de fato um investimento, e isso deve ser levado em consideração.

Nesse sentido, priorize os modelos com melhor preço de revenda e com um bom respaldo no mercado. Uma ótima dica é optar por marcas premiadas por profissionais do ramo.

Enfim, essas foram as 10 dicas para ajudar na hora de comprar uma picape. É importante ressaltar o quanto essa avaliação inicial é essencial para evitar dores de cabeça futuras. Por isso, analise as informações apresentadas e adquira o melhor modelo de picape para o seu negócio.

Passe em uma concessionária Volkswagen e conheça as melhores picapes da categoria.

5 hábitos que conservam o carro e você provavelmente não sabia

Conhecer os hábitos que conservam o carro representa um verdadeiro alívio para o seu bolso. Afinal de contas, os gastos com manutenção para reparar defeitos que poderiam ser evitados com um trabalho de prevenção costumam ser bem salgados.

Pensando nisso, preparamos este post com várias dicas sobre como preservar os principais componentes de seu veículo e rodar com tranquilidade, gastando o mínimo possível. Continue a leitura para começar a economizar!

Acione o câmbio na hora certa

Um dos hábitos que mais conservam o carro é acionar o câmbio na hora certa. Na prática, isso significa não deixar o motor em altíssimas rotações para somente assim passar de marcha, escolhendo a faixa de giros adequada para fazer a troca. Alguns veículos contam com marcadores de giros no painel do veículo, o que facilita um pouco a vida do motorista.

Mas por que esse hábito seria importante? Você saberia dizer?

Como muitos devem saber, acelerar o veículo de forma desnecessária representa um desgaste desnecessário para o conjunto do motor e para o sistema de transmissão, além de levar a um maior consumo de gasolina. Por isso, é importante andar com cautela, sem afobação.

Faça regularmente alinhamento e balanceamento do veículo

Andar com o carro sempre alinhado e balanceado é outra forma de economizar com manutenção. Isso porque o desalinhamento leva a um desgaste acelerado de alguns pneus em detrimento de outros, fazendo com que você deva trocá-los de forma antecipada.

Em termos de dirigibilidade e segurança, o alinhamento e balanceamento também proporcionam uma experiência mais agradável. Você terá o carro “mais na mão” ao dirigir e não correrá risco de perder a direção em curvas mais acentuadas ou em trechos de alta velocidade.

Troque óleo e filtros no tempo certo

Quando o assunto é hábitos que conservam o carro, não podemos deixar de falar da troca de óleo e filtros no tempo certo. Nesse sentido, devemos destacar a questão da periodicidade da troca, uma vez que muitos motoristas rodam mais quilômetros do que deveriam com o mesmo óleo.

Esse é um engano terrível, pois a longo prazo o prejuízo será inevitável. Afinal, o óleo vencido não cumpre sua função, que é lubrificar os componentes metálicos do motor, o que gera maior atrito entre as peças e consequente desgaste, que no limite fará o motor fundir.

Não se esqueça da manutenção preventiva

Como diz aquele velho ditado, prevenir é melhor que remediar. No caso da manutenção de veículos, essa lição de nossa tradição de sabedoria popular ganha ainda mais força. Basta pensar naquela ocasião em que você adiou a ida ao mecânico por meses e em função disso o carro te deixou na mão quando você menos esperava.

Pode ser que apenas o valor gasto com reboque ou franquia do seguro cobrisse uma revisão completa que levaria a uma grande economia de tempo, dinheiro e ainda preservaria seu veículo.

Por isso, afirmamos com tranquilidade que um dos hábitos que conservam o carro de forma mais significativa é a manutenção preventiva. No caso de veículos novos e seminovos, uma visita anual a seu mecânico de confiança ou serviço credenciado da montadora já é suficiente para evitar uma série de problemas.

E aí, o que você achou de nosso post de hoje com dicas sobre hábitos que conservam o carro? Alguma dica a acrescentar? Deixe sua opinião nos comentários!

Categorias de CNH: você sabe o que pode dirigir com cada uma?

A legislação brasileira de trânsito organiza as categorias de CNH em 5 grupos: A, B, C, D e E. Cada uma delas representa uma autorização para se dirigir determinado tipo de veículo, que vão desde uma motoneta e vão até caminhões tracionados que carregam toneladas de carga.

Você se lembra quais tipos de veículo estão contemplado por cada letra e quais os pré-requisitos para se habilitar em cada uma delas? Hoje nós vamos refrescar sua memória e trazer todas essas informações. Não deixe de conferir!

Categorias de CNH: qual veículo você pode conduzir em cada uma?

Como vínhamos falando, cada categoria de CNH representa uma autorização para se dirigir determinado tipo de veículo. Conheça quais são eles letra por letra:

  • Categoria A: Veículo motorizado de três ou duas rodas, equipado ou não com carro lateral. Exemplos: Ciclomotor, Motocicleta, Motoneta ou Triciclo;
  • Categoria B: Veículos com peso bruto corresponde a no máximo 3500 kg ou cuja lotação não exceda o limite de 8 assentos, excluído o do motorista. Exemplo: Automóvel, camioneta, caminhonete, utilitário;
  • Categoria C: Veículos destinados a transporte de carga e que excedam o limite de 3500 kg de carga. Exemplo: Caminhão;
  • Categoria D: Veículos para transporte de passageiros.  Nesse caso, a lotação pode exceder o limite de 8 passageiros, excluindo o motorista. Exemplo: Ônibus, Micro-ônibus;
  • Categoria E: Todos os veículos mencionados nas categorias B, C e D, com unidade acoplada, seja ela semirreboque, reboque, trailer ou articulada que tenha 6.000 kg ou mais de peso bruto total. Para essa categoria, a lotação também pode exceder. Ex.: Carreta com dois reboques acoplados.
  • Permissão ACC: Veículos de duas ou três rodas cuja potência máxima não exceda 50 cilindradas. Exemplo: Ciclomotores.

Quais os pré-requisitos para a habilitação em cada categoria?

Para cada uma das categorias de CNH, os pré-requisitos para a habilitação são os seguintes:

Categoria A – apresentar idade mínima de 18 anos;

Categoria B – apresentar idade mínima de 18 anos;

Categoria C – ser habilitado na categoria “B” por no mínimo um ano, não cometer nenhuma infração gravíssima ou grave pelo período de 12 meses. Ou, ainda, não incorrer em mais de uma infração média pelo mesmo período;

Categoria D – apresentar idade mínima de 21 anos, ter no mínimo dois anos de habilitação na categoria B ou no mínimo um ano de habilitação na categoria “C”. Ainda é necessário não ter cometido infração grave, gravíssima nos últimos 12 meses ou cometer mais de uma infração média pelo mesmo período.

Categoria E – Apresentar no mínimo um ano de habilitação na categoria “C” e não ter cometido infração grave, gravíssima nos últimos 12 meses ou cometer mais de uma infração média pelo mesmo período.  Ainda é preciso ser aprovado em curso especializado e em um curso de treinamento de prática veicular e em situação de risco, nos termos da normatização do CONTRAN.

O que você achou deste post com todas as informações sobre categorias de CNH? As informações foram úteis? Conseguiu tirar todas as suas dúvidas? Conte para gente nos comentários!

Black Friday Volkswagen esquenta novembro em toda a Rede

O mês de novembro é o momento perfeito para comprar seu carro novo. A “Black Friday Volkswagen” vem com força total, trazendo ofertas e condições especiais válidas apenas para este mês de novembro.

Diversos modelos da Volkswagen estão com bônus de até R$ 15 mil. O Gol sai com preço de nota fiscal de fábrica. Além disso, toda a linha Volkswagen, tanto veículos nacionais quanto importados, tem a primeira parcela de financiamento para 2019, depois do Carnaval.

O Novo Polo MSI 2018/2019 é oferecido a partir de R$ 56.990, com entrada de R$ 37.071, saldo em 24 prestações mensais de R$ 874 e por mais R$ 99 nas parcelas de R$ 874 (= R$ 973) o cliente compra a versão com câmbio automático.

+ VW Tiguan Allspace bate recorde de vendas em outubro

+ Volkswagen apresenta T-Cross, SUV que vai revolucionar o segmento

+ Sedan ou hatch? Diferenças, vantagens e desvantagens

Para comunicar suas ofertas exclusivas, que estarão disponíveis até 30 de novembro em toda a Rede de Concessionárias Volkswagen, estão sendo feitas veiculações em TV aberta, campanha com spots de rádio, peças para a internet e materiais de ponto de venda.

Você não vai querer ficar de fora dessa, não é mesmo? Procure agora uma concessionária da Rede VW escolha seu carro novo na Black Friday Volkswagen.

Gostou desse artigo? Compartilhe com seus amigos nas redes sociais!

Fonte: Assessoria da VW