5 hábitos que conservam o carro e você provavelmente não sabia

Conhecer os hábitos que conservam o carro representa um verdadeiro alívio para o seu bolso. Afinal de contas, os gastos com manutenção para reparar defeitos que poderiam ser evitados com um trabalho de prevenção costumam ser bem salgados.

Pensando nisso, preparamos este post com várias dicas sobre como preservar os principais componentes de seu veículo e rodar com tranquilidade, gastando o mínimo possível. Continue a leitura para começar a economizar!

Acione o câmbio na hora certa

Um dos hábitos que mais conservam o carro é acionar o câmbio na hora certa. Na prática, isso significa não deixar o motor em altíssimas rotações para somente assim passar de marcha, escolhendo a faixa de giros adequada para fazer a troca. Alguns veículos contam com marcadores de giros no painel do veículo, o que facilita um pouco a vida do motorista.

Mas por que esse hábito seria importante? Você saberia dizer?

Como muitos devem saber, acelerar o veículo de forma desnecessária representa um desgaste desnecessário para o conjunto do motor e para o sistema de transmissão, além de levar a um maior consumo de gasolina. Por isso, é importante andar com cautela, sem afobação.

Faça regularmente alinhamento e balanceamento do veículo

Andar com o carro sempre alinhado e balanceado é outra forma de economizar com manutenção. Isso porque o desalinhamento leva a um desgaste acelerado de alguns pneus em detrimento de outros, fazendo com que você deva trocá-los de forma antecipada.

Em termos de dirigibilidade e segurança, o alinhamento e balanceamento também proporcionam uma experiência mais agradável. Você terá o carro “mais na mão” ao dirigir e não correrá risco de perder a direção em curvas mais acentuadas ou em trechos de alta velocidade.

Troque óleo e filtros no tempo certo

Quando o assunto é hábitos que conservam o carro, não podemos deixar de falar da troca de óleo e filtros no tempo certo. Nesse sentido, devemos destacar a questão da periodicidade da troca, uma vez que muitos motoristas rodam mais quilômetros do que deveriam com o mesmo óleo.

Esse é um engano terrível, pois a longo prazo o prejuízo será inevitável. Afinal, o óleo vencido não cumpre sua função, que é lubrificar os componentes metálicos do motor, o que gera maior atrito entre as peças e consequente desgaste, que no limite fará o motor fundir.

Não se esqueça da manutenção preventiva

Como diz aquele velho ditado, prevenir é melhor que remediar. No caso da manutenção de veículos, essa lição de nossa tradição de sabedoria popular ganha ainda mais força. Basta pensar naquela ocasião em que você adiou a ida ao mecânico por meses e em função disso o carro te deixou na mão quando você menos esperava.

Pode ser que apenas o valor gasto com reboque ou franquia do seguro cobrisse uma revisão completa que levaria a uma grande economia de tempo, dinheiro e ainda preservaria seu veículo.

Por isso, afirmamos com tranquilidade que um dos hábitos que conservam o carro de forma mais significativa é a manutenção preventiva. No caso de veículos novos e seminovos, uma visita anual a seu mecânico de confiança ou serviço credenciado da montadora já é suficiente para evitar uma série de problemas.

E aí, o que você achou de nosso post de hoje com dicas sobre hábitos que conservam o carro? Alguma dica a acrescentar? Deixe sua opinião nos comentários!