Cuidados com seu carro no verão
Cuidados com seu carro no verão

No verão, o excesso de calor pode danificar alguns componentes do carro. Isso não deve ser novidade, certo?

Para te ajudar a evitar problemas, o Easy Carros – aplicativo que conecta donos de carros a serviços automotivos – elaborou uma lista de dicas úteis que vão ajudar a evitar qualquer tipo de problema com o veículo por causa do excesso de calor.

Estofamento

O estofamento é a parte que apresenta mais rapidamente os efeitos da exposição ao sol, como descoloração e manchas, por exemplo.

+ Leia também: Cinco hábitos que conservam o carro e você provavelmente não sabia

Ao deixar o veículo muitas horas estacionado no sol, proteja os bancos com capas. Para as áreas plásticas, a dica é usar uma proteção sanfonada no painel.

Também existem produtos no mercado para proteger os bancos, à base de silicone. Sem isso, existe o risco do revestimento de couro ressecar e rasgar com bastante facilidade.

Borrachas de guarnição

Altas temperaturas e sol forte também podem ressecar as borrachas de guarnição, causando rachaduras que comprometem não só esteticamente o veículo, mas também podem afetar o padrão da vedação dos vidros.
Para esse problema não tem outro jeito: a saída é encontrar uma vaga na sombra para estacionar.

Cuidado com a maresia

A maresia e a areia também são grandes vilãs.
Quem costuma ir à praia precisa lavar o carro com mais frequência.

Tenha atenção especial com as palhetas do limpador de para-brisa.
Se estiverem corroídas, podem prejudicar a visibilidade em dias de chuva. Aditivos especiais para o fluido dos lavadores aumentam a vida útil das palhetas.

As “águas” do carro

Checar os líquidos do veículo é importante o ano todo, mas no verão a atenção deve ser redobrada. Observar o nível de água e aditivo do radiador é a regra número um.

Fique de olho também nos níveis do fluido do freio, da direção hidráulica, do sistema de arrefecimento do motor, dos lavadores do para-brisa e do vidro traseiro, do óleo do motor e do câmbio.

+ Leia também: Conheça as vantagens do computador de bordo com I-System

Tanto para a rodagem na cidade quanto na estrada, é aconselhável ter o sistema de resfriamento em dia, para evitar superaquecimento – um problema muito recorrente em dias mais quentes.
Vazamentos ou acúmulo de sujeira também podem sobrecarregar o sistema.

Ar condicionado

Refrescar o veículo é ótimo, mas é preciso saber o melhor momento de usar o ar-condicionado. Para curtas distâncias na cidade, não vale a pena. Na estrada, porém, deixar a janela aberta gasta mais combustível, pela pressão aerodinâmica do vento.

Se o carro ficou sob o sol forte, o ideal é andar ao menos três minutos com a janela aberta antes de ligar o equipamento. Assim, o ar mais frio toma o lugar do quente.
Não esqueça de revisar a limpeza do sistema, em especial se o ar ficou desligado por muito tempo.

Pneus

O atrito da borracha contra o solo é mais intenso em dias quentes. Por essa razão, deve-se observar o desgaste dos pneus e manter a calibragem recomendada. Sempre calibre os pneus quando eles estiverem frios.

+ Leia também: Sistema de conectividade e espelhamento Volkswagen

O calor aumenta a pressão e dificulta o processo, já que quando o pneu esfriar a pressão vai abaixar mais do que deveria, o que acaba aumentando não apenas o desgaste, mas também o consumo e prejudicando a estabilidade do carro em qualquer situação, algo perigoso.

Lataria e pintura

Manter a carroceria encerada ajuda a proteger contra a ação dos raios ultravioleta
Sempre que possível, estacione o veículo em local coberto. Se não encontrar, busque a sombra de uma árvore.

Mas não esqueça:
– solicite uma lavagem ecológica para limpar os resíduos que caírem sobre o teto do carro;
– mantenha a carroceria sempre encerada para que a camada protetora não danifique a pintura, causando manchas e áreas desbotadas.

Fonte: IGCarros
Organização do Texto: Vesti Marketing Digital