Dicas para manter pintura do carro sempre nova

Já é de amplo conhecimento que brasileiro é apaixonado por carro. Especialmente o seu próprio. Não é à toa que muitos proprietários se cercam de cuidados tanto na manutenção mecânica quanto na aparência para que ele esteja sempre novo e bem cuidado. Por isso, uma dúvida constante é sobre como manter pintura do carro em bom estado, como se fosse nova.

Esse, na verdade, é importante não apenas na questão estética, mas também de valorização. Afinal, uma pintura preservada aumenta o valor da revenda na hora de trocar de carro. Ou seja, cuidar da aparência do veículo é uma decisão inteligente, além de dar um grande prazer vê-lo sempre brilhando.

Foi para ajudar você nesse objetivo que preparamos uma série de dicas que são essenciais para cuidar da pintura. Veja quais são!

+ Carro novo: conheça os tipos e suas vantagens

+ As melhores cidades para curtir o inverno no Brasil

+ 8 dicas para fazer viagens longas com crianças

Como manter a pintura do carro conservada

Aqui estão algumas dicas simples e objetivas para você ter um carro com a carroceria sempre tinindo.

Frequência de lavagem o ideal para que a sujeira não acumule demais e deixe marcas é lavar o carro a cada 15 dias.

Em casa ou no lava-jato? – se for lavar em casa, tome alguns cuidados na escolha dos panos para evitar riscos. Nunca use sabão, porque a soda utilizada na fabricação pode prejudicar a pintura. Prefira algum shampoo especial para lavagem de carros. Se preferir um lava-jato, verifique antes como o serviço é executado para se certificar de que segue procedimentos cuidadosos e adequados.

Enceramento – o processo de encerar deve ser feito uma vez por mês. A cera é importante porque ela protege o verniz da pintura, garantindo a preservação do brilho.

Cristalização (ou espelhamento) – esse é um processo que pode ser realizado ao menos uma vez por ano. Nele é utilizada uma cera especial que cria uma camada extra para proteger o verniz. Além disso, sua aplicação pode corrigir algumas imperfeições trazidas pelo tempo. Caso você utilize o carro na estrada com muita frequência, vale investir nesta aplicação a cada seis meses.

Polimento – neste caso, o trabalho é dar um brilho extra na pintura, removendo imperfeições que vão surgindo com o uso. Também pode ser feito uma vez por ano.

No inverno – se possível, evite deixar o carro a noite em local descoberto. O sereno da madrugada, principalmente se associado com a poeira acumulada ao longo do dia, pode ser prejudicial para a pintura no longo prazo.

No verão – ao contrário do inverno, o maior risco é durante o dia. Por isso, evite deixar o carro parado sob o sol por muito tempo. Isso causa danos não apenas à pintura, mas também aos componentes internos como estofado, painel, console e volante.

Por fim, claro, fique atento ao estacionar em locais que oferecem riscos adicionais, como passagens estreitas, árvores com pássaros, estacionamento de prédio com goteira etc. Ao tomar essas precauções você poderá manter a pintura do carro nova por muito mais tempo, deixando ele sempre com aquela aparência de recém-saído da concessionária.

Gostou desse artigo? Compartilhe com seus amigos!

Texto: Rogério de Moraes/Colaborador